• Admin

Como escolher a pedra da bancada de cozinha ?


Várias duvidas surgem quando o assunto é a escolha da pedra da bancada da cozinha.


Vamos tentar explicar um pouco sobre as características de alguns materiais para ajudar na melhor escolha para sua bancada.


-Que tipos de materiais existem para bancada de cozinha?


Existem as pedras naturais como granito e as industrializadas como, silestone, dekton, corian, etc( marcas dos materiais), nanoglass e hoje estão utilizando também porcelanatos de grande formato para execução de bancadas.


Existem também as bancadas em madeira e em concreto ou revestidas com massa cimentícia,de vidro, de aço inox, etc


-Qual é o melhor material para a bancada de cozinha?


Essa escolha vai depender do quanto está disposto a gastar e qual o material vai combinar melhor com o projeto da sua cozinha.


Vamos começar com o de melhor custo/benefício e mais conhecidos.


-granito: Por ser abundante e ser um material duro tem o melhor custo por isso é bastante utilizado como bancadas. Quase sempre os novos imóveis são entregues com uma bancada de granito.


Apesar de ser um ótimo material para bancada as pessoas não gostam muito do material devido a suas cores e granulações. Nós particularmente gostamos de utilizar granito em alguns dos nossos projetos pois gostamos do fato dela ser natural e gostamos de evidenciar suas manchas e imperfeições.


-Mármore: Não é recomendado para bancada de cozinha pois é um material sedimentar, mais poroso. Existem hoje materiais que imitam a coloração do mármore e que tem as propriedades que precisamos para aguentar o uso, como o nanoglass e até o porcelanato de grandes formato.


O nanoglass de coloração branca, talvez a mais branca de todas. Devido a sua dureza e resistência também é um material procurado para fazer bancada de cozinha.


Ele é um material que sua dureza se assemelha com a do vidro. O problema desse material é devido a sua alta dureza pois pode serrilhar as bordas quando cortado e o acabamento não ficará 100% dependendo bastante do tipo de equipamento e da qualidade da serra da marmoraria.


Outra questão é que os acabamentos como saia americana, desníveis, viradas não ficam com bom acabamento pois o nanoglass por ter face certa para trabalhar, as outras faces não aceitam polimento e ficam com coloração e acabamento diferentes da face de cima.


O mesmo acontece com a bancada de porcelanato. Apesar das variedades de cores(de madeira até cimentado) não é possível ter bom acabamento nos desníveis, viradas sem a meia esquadria, frontispício.


-Madeira: A madeira tem seu apelo estético no uso em bancadas e em vários países é bastante utilizado como bancada de cozinha. Aqui no brasil não costumamos utilizar, talvez por desconhecimento.


Existem madeiras específicas para esse uso, como teca, ipê etc. Apesar de serem madeiras duras elas podem arranhar com facilidade mas também podem ser lixadas e recompostas. Geralmente a escolha da madeira se deve ao tipo do projeto e ao gosto do cliente pelo material.


-Aço inox: material super resistente e fácil de limpar, por isso é utilizado em cozinhas industriais. Pode ser bem barato caso compre uma bancada pronta Se feito sob medida o valor será muito maior.


Arranha com facilidade, mas os arranhados ficam homogêneos( com aspecto de aço escovado) com tempo de uso e limpeza.


-materiais industrializados. Atualmente existem uma gama grande de materiais industrializados que podem ser utilizados na cozinha. Eles são bastante utilizados por questões estéticas, pois imitam mármore, granito, cimento, etc. Eles podem custar 10 x ou mais do que uma bancada em granito .

É bom pesquisar no site dos fabricantes sobre as características do material e ouvir pessoas e fornecedores que já utilizaram o material pois no site só falam coisas boas sobre o material. Eles geralmente não contam casos em que o material não funcionou bem, como amarelamento do material com a luz do sol, etc.


Se tiver com alguma dúvida específica mande para a gente contato@pie.arq.br que teremos o prazer em responder.






0 visualização

PIE Arquitetura DESDE 2008